Publicado por: adrianemaraujo | 15/05/2012

Autoridade Espiritual

Durante esse ano, a igreja que eu congrego (Projeto Vida Nova), está tratando de um tema muito importante que a bíblia trata que é sobre Autoridade Espiritual. Algo que não faz parte da nossa natureza, mas o entendimento e a aplicação dela, nos traz benefícios incalculáveis na nossa vida.

Vou fazer como no post anterior e abaixo vou transcrever minhas anotações na última ministração do apóstolo sobre o tema, num culto ele resumiu as ministrações de um mês como fechamento dessa primeira etapa. Porque agora iniciaremos uma outra etapa de ministração que vai tratar sobre Lealdade e Deslealdade que também estarei postando para vocês, pois são informações valiosíssimas.

” Autoridade Espiritual com Ap. Ezequiel Teixeira, toda essa ministração é baseada na Palavra de Deus principalmente nas orientações de Deus através da vida de Moisés e de Paulo.

A vontade de Deus não tem que passar pelo meu julgamento, se eu entendesse tudo o que Deus faz, o trono seria meu.

Não escolhemos a quem obedecer, temos que aprender a nos submeter. 

Um líder fora da linha deve ser confrontado com a verdade.

A autoridade delegada jamais é dada por Deus, se a pessoa nunca se submeteu.

Só tem autoridade quem tem intimidade com Deus e uma revelação Dele, tem que ter experiências com o Senhor. Deve negar-se a Si mesmo enquanto a vontade de Deus não for descoberta.

A autoridade representa a Deus e não é o próprio Deus, somos autoridades representativas.

Deus não dá sua autoridade para pessoas que são cheias de opiniões, que diz saber tudo. Quem tem autoridade de Deus é humilde, depende de Deus. Sabe dizer quando é ele que diz e quando o Senhor quem diz.

Faz parte da autoridade ser uma pessoa quebrantada e mansa.

A pessoa individualista está desqualificada para ser autoridade, o líder tem que viver coletivamente, os sonhos são coletivos. Gen. 38:8 a 10. Tudo que é feito no Reino para benefício individual/pessoal Deus destrói.

Tudo que fazemos no Reino é para suscitar a descendência do primogênito Jesus.

Há uma grande diferença entre se comunicar e se relacionar. Se comunicar os religiosos fazem bem.

A comunhão nos faz parecer com Jesus, andar como Ele andou, renunciar como Ele renunciou. A vida de comunhão nos humilha, porque nos vemos melhor, vemos as nossas imperfeições. Eu vejo que meu irmão está melhor do que eu.

O que me torna diferente dos outros é Deus, não sou eu.

Jamais estabeleça sua própria autoridade, quando temos que dizer que somos autoridade já não a temos mais.

Deus não quer só nos perdoar, Ele quer nos curar.

O líder não pode ter ressentimento no coração.

Aquilo que eu não ouvi, Deus ouviu, é aí que está o perigo”.

Foram tremendas as ministrações sobre o tema, a partir de junho vai continuar e intercalar com o tema Lealdade e Deslealdade. Deus tem nos levado a um nível maior, o Senhor cumprirá em nós os Seus propósitos!

Espero que esses trechos possam despertar em você o desejo de ser fiel e buscar o conhecimento a respeito desse tema que Deus leva tão a sério!

Amo vocês profundamente!

Anúncios

Responses

  1. Sem palavras…

  2. Dri, li seu blog pela primeira vez em um momento bem difícil da minha vida e confesso que suas palavras me ajudaram. obrigada

    • Descobrir-te,tem feito muíto em meu entendimento e relacionamento com meu o meu DEUS.Qeu tenha sempre a Sabedoria Divia.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: