Publicado por: adrianemaraujo | 17/03/2010

Meditações sobre Obediência

Olá Amigos! Nesses dias temos estudado aqui em casa sobre Obediência, que reconheço como o abecedário do crente: O B D C

Meu esposo trouxe um estudo falando sobre Ananias, ele faz parte da história da conversão de Saulo. A maioria das vezes comentamos e meditamos na obediência de Saulo, mas nesse momento vamos analisar a obediência de Ananias.

Ananias é chamado por Deus, através de uma visão, para uma grande missão: Ir de encontro a um homem que teria tido um encontro com Deus, estava cego a 3 dias e tinha tido uma visão. Mas não era qualquer pessoa, era Saulo de Tarso, o religioso, o assassino de cristãos, um homem muito perigoso e temido. Na passagem de Atos 9: 10 a 17 lemos sobre esse momento descisivo na vida de Saulo e Ananias. Ele ainda tenta negociar com Deus lembrando-O de quem era Saulo, e o Senhor esclarece que tinha uma grande missão para esse homem -> levar o evangelho para os gentios (termo que designa o não israelita, judeus e gentios foram reconciliados com Deus e entre si por meio de Cristo). Abrindo um parentese, isso significa que se hoje nós conhecemos ao Evangelho, foi graças a missão cumprida por Ananias e por Saulo (que depois teve seu nome mudado para Paulo).

Será que a gente consegue mensurar que cumprir essa missão determinada por Deus, podia custar a vida de Ananias? Só para termos idéia, enviar Ananias para ensinar a Saulo de Tarso seria como enviar um judeu para ensinar a Hitler. Como temos encarado a missão que o Senhor tem nos chamado? Que preço temos pagado para cumprir o nosso chamado? Em que nível de obediência nós estamos?

Vemos 3 lições nessa passagem de Ananias:

1- O Senhor precisa de discípulos que ouvirão a mensagem como Ananias e respondão: Eis-me aqui!

2- Os discípulos devem ser corajosos, independente da tarefa.

3- Os discípulos têm de obedecer de qualquer forma.

Ontem mesmo o meu esposo trouxe uma frase: “A obediência pela metade é rebeldia com capa de fidelidade.” Não adianta querer negociar, não adianta inventar, se queremos agradar ao coração de Deus cumprindo o que Ele nos designou, temos que estar dispostos a obedecê-lO com total sinceridade e integralmente. 

A partir desse páragrafo vem em minha memória outra palavra que meu esposo trouxe que foi sobre Saul. No caso desse rei, ele perdeu a confiança de Deus e consequentemente todo seu reinado, porque obedeceu pela metade. A metade não é suficiente, só entendemos isso quando aplicamos á nós para com os outros. Quando você delega uma responsabilidade a alguém, você confia que a sua determinação será cumprida e assim poderá cuidar de outras questões. Mas quando voltamos e vemos que não foi realizado o  combinado, certamente teremos que enfrentar diversos tipos de problemas, e aquilo que era tão simples se torna um pesadelo. Com Deus e Saul não foi diferente, o Senhor queria exterminar da terra o povo Amalequita, que era um povo cruel e perverso, sendo assim, entregou-os nas mãos de Saul e lhe deu uma ordem: “Acabe com tudo, nem animal, nem despojos você vai poupar, extermine com tudo” I Sm 15. Mas Saul tinha uma motivação errada em seu coração, Saul queria chegar diante do seu povo triunfante, e escolheu obedecer pela metade. Destruiu o povo, mas trouxe o rei, alguns animais e algumas riquezas daquele povo. E por fim, ofereceu sacrifícios (que não era sua atribuição), como se dissesse assim pra Deus: “Ohh aceita aí! Do meu jeito mas está feito!” Deus não aceitou o sacrifício e reconheceu a desobediência de Saul, pois Ele mostrou ao próprio Saul qual era a real motivação do coração dele. Saul estava preocupado com a reputação (o que os outros pensariam ao seu respeito) dele diante do povo, mas não estava preocupado com o cárater (o que Deus pensava a respeito dele). É disso que temos que nos auto analisar. Pare e pense nisso um pouquinho: “Qual tem sido a sua real motivação?” Deus nos dá uma chance nesse momento, de nos arrependermos e colocarmos nosso coração guardado Nele. Creio que muitas vezes começamos bem, assim como Saul, mas há um momento em que Deus nos prova, com a intenção de mostrar para nós mesmos qual é a nossa real motivação, pois Ele é Onisciente.

Cárater + Unção + Compromisso + Talentos = Autoridade

Sejamos fiéis ao Senhor!

Deixa eu compartilhar uma benção com vocês: A minha bisavó completou nesses dias 100 anos. Ela é uma mulher de Deus, de oração e um exemplo de simplicidade e amor. Sempre quando estou ao lado dela, recebo um ensinamento. Ela certamente tem cumprido sua missão com excelência pois educou seus filhos com amor nos caminhos do Senhor e deixou para nós essa herança bendita. Nunca vi ela discutir com ninguém, sempre amorosa e obediente a Palavra de Deus. Eu entrei nessa família aos 10 anos, foi quando minha mãe se casou pela segunda vez, essa vozinha não é de sangue, mas do coração, porque foi através dessa família bendita que eu conheci o meu Amado Jesus, e tenho conhecido Dele cada dia mais.

Vó Ritinha na festa dos seus 100 anos

O Senhor tem um plano especial pra sua vida, esforça-te, cumpra sua missão nessa terra e glorifique o nome do Senhor, pois só assim você terá plenitude de vida!

Amo vocês profundamente!

Anúncios

Responses

  1. eu amei esse post!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: